sexta-feira, 8 de maio de 2015

Supervisão Clínica em Terapia Cognitivo-Comportamental

A supervisão em psicoterapia é uma modalidade de aprendizagem que tem por objetivo não somente orientar em um caso clínico, mas desenvolver competências e habilidades técnicas que favoreçam a eficiência do psicoterapeuta.

A supervisão em Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) busca incrementar a capacidade reflexiva da prática do terapeuta supervisionado através de um modelo que se assemelha à estrutura na qual já está habituado em TCC com seus pacientes. Nesse modelo há o foco no que o psicoterapeuta cognitivo precisa adquirir para desenvolver-se e em como lidar melhor com suas inseguranças  e cognições que possam estar interferindo no processo psicoterápico.

DESEJA FAZER SUPERVISÃO EM TCC?

Entre em contato para maiores informações sobre frequência, horários e valores: carlos@cognitivocursos.com

Local: SEPS 714/914 - Bloco D – Edifício Sabin – Sala 425/426
Horário: à combinar

Currículo do Supervisor – Carlos Eduardo Portela (CRP 01/11349)
Possui graduação em Psicologia pela Universidade de Brasília - UnB e pós-graduação em Saúde Mental pela Fiocruz. Mestre em Psicologia Clínica pela UnB. Especialista em Terapia Cognitiva pelo Instituto de Terapia Cognitiva – ITC e Proficiente em Terapia Cognitivo-Comportamental pelo CTC Veda. Fez treinamento do Beck Institute com o Dr. A. Beck e Judith Beck sobre depressão e suicídio no ano de 2014. Terapeuta Cognitivo certificado pela Federação Brasileira de Terapias Cognitivas (FBTC). Atua como psicólogo na Clínica Perspectiva e na Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal. Professor, Coordenador pedagógico e Supervisor Clínico em Terapia Cognitivo-comportamental pelo Centro de Terapia Cognitiva Veda. Docente nos cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Terapia Cognitivo-comportamental na Faculdade Paulista de Serviço social de São Caetano do Sul - FAPSS. 

3 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Sou vestibulando de medicina. Sou uma pessoa que gosta muito de se dispor a ajudar as outras, podendo contribuir de qualquer forma para o bem-estar psíquico do próximo. Eis o que me faz decidir fazer a psiquiatria. Encontrei como uma grande inspiração o Augusto Cury, médico psiquiatra e psicoterapeuta. Pergunto-me como ele fez para aprofundar os estudos dele na parte comportamental, terapêutica do indivíduo, sendo psiquiatria uma área médica, focada mais em aspectos biológicos? Tenho pesquisado para saber mais sobre a biografia dele, mas lá não evidencia a respeito disso. Como ele fez a psicoterapia? É uma especialização de psiquiatria? Poderia me informar mais sobre essa área dentro da medicina? Interessei-me muito por ela. Estava decidindo antes entre psiquiatria e psicologia. Optei pela primeira, em função da minha curiosidade em estudar outras partes do corpo, fornecendo-me um conhecimento mais amplo, para depois focar na mente humana. Porém, não pretendo estudar somente a parte biológica, medicinal. Também gostaria de poder me aprofundar no comportamento humano, nas emoções, assim como o Augusto chegou a fazer, escrevendo vários livros relacionados a esse assunto. A maioria das pessoas ao mencionar a psiquiatria, fala sobre transtornos, esquizofrenia, coisas similares... Queria saber mais sobre psicoterapia. Poderia me esclarecer essa dúvida? Obrigado.

    ResponderExcluir